terça-feira, 25 de março de 2014

Amélia x Piriguetes



Como seria a Amélia de hoje em dia? Estava eu com minhas purpurinas, analisando a digníssima letra de Ataulfo Alves e Mário Lago, quando me veio essa pergunta. Pois bem, depois de muito pensar minuciosamente em cada frase, creio que não há musica mais atual para descrever as bandoleiras e as mulheres que amam de verdade. Essas ultimas alias, são atemporais. Vejamos:
"Nunca vi fazer tanta exigência Nem fazer o que você me faz"
No inicio da música já temos uma idéia do quão chata é a dita. A mulher só reclama, só cobra, não deve saber nem como segura um taco de sinuca, nem quantos jogadores tem num time de futebol. Deve ser daquela que mantem o homem numa coleira. O pobrezinho não pode nem sair com os amigos, que a mulher inferniza ligando a cada 5 minutos pra ele não esquecer de trazer sorvete de menta pra ela. Em suma: ele já reconhece que ela não presta.
" Você não sabe o que é consciência Nem vê que eu sou um pobre rapaz"
No momento seguinte ele joga na cara dela que ela é egoísta, insensível e má! Ela não reconhece a humildade do coitadinho. É uma materialista, uma arrogante, que pisa nele (xinga ele, manda ele embora). Vejamos: há uma enorme diferença entre pobre rapaz e rapaz pobre! Na musica, dar-se a entender que ele é uma criatura boa e não duro! Mais um motivo pra ela ser comparada à uma biscate sem jesus no coração!
" Você só pensa em luxo e riqueza Tudo o que você vê, você quer"
Aí, veja!! Olha o que eu falei!!! Ele diz claramente que ela é uma kenga!!! Não deve se preocupar se ele TEM que almoçar com os amigos no Porcão toda sexta. Ela só pensa no sushi de sábado a noite! Não importa que ele esteja guardando cada centavo pra trocar o carro pelo ultimo modelo com bancos de couro e som MP3. Ela quer porque quer o anel da nova coleção da H.Stern como aliança de compromisso! Ela quer sapato da moda, tênis da moda, bolsa da moda, e o santo homem é intimado a satisfazer os gostos da amada. Não importa se ele não trouxe o cartão de crédito pra ir naquele restaurante badaladíssimo. A biscate se recusa a comer um cachorro quente depois do cinema. Ou seja: ela é uma piriguete!
" Ai, meu Deus, que saudade da Amélia Aquilo sim é que era mulher"
è triste... mas o homem só dá valor depois que perde. Agora, é uma tal de Amélia pra cá, Amélia pra lá... A rapariga mostrou as garras, e ele inevitavelmente comparou a santa que ele tinha com a safada que ele arrumou! Toma!!!! Senta e chora.
"Às vezes passava fome ao meu lado E achava bonito não ter o que comer Quando me via contrariado Dizia: "Meu filho, o que se há de fazer!"
Veja bem, nesse refrão Amélia se saiu muito bem! Porque Amélia era tudo, menos gorda! E logicamente, ela usava de uma situação drástica para fazer seu filme. Amélia, como toda mulher, vivia de regime. Mas é óbvio que não podia perder uma oportunidade e demonstrar seu altruísmo. Além de magra, ela era gente boa.
" Amélia não tinha a menor vaidade Amélia é que era mulher de verdade"
Agora???? Pois é... Na hora de deixar a bichinha da Amélia, o mané não pensou, e agora se arrepende? Só porque a outra é mais ruim que o cabelo do Bob Marley? Amélinha querida, deixa eu dormir na sua casa hoje??? Mas, olha só... E a conta do terapeuta, do salão, da farmácia e de tudo mais que ela gastou depois que levou um chute? Olha meu querido pega a van pra APA por favor (e não esquece de pagar as contas)!

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Meu orientador e eu!

Essa professora me deu uma aula de humildade em psicologia na epoca da facu. E dedico esse post ao professor Dr Ofofre que foi 50% de mim. Foi como todos os nossos encontros eu cheguei atrasada e gritando: PRÓFIIIIIIII dentro da UNB quandoele me chamou pra conhecer "um lugar". e assim eu pisei no departamento de psicologia. parecia uma criança entrando na Disney! Aquele orientador tão "simples", era um dos mais respeitados e conhecidos professores do mestrado. todos que passavam o comprimentavam de cabeça baixa, mansinhos. MEU PRÓFI? não creio! e ele parou na frente de um quadro de avisos, com aquele olhar maroto me disse: seu nome vai estar aqui ano que vem. entre esses 5 alunos do meu mestrado. - CINCO? SÓ CINCO? só cinco passaram. voce vai ser uma delas.
OBRIGADA PROFESSORA Kelley Cristine Gasque, obrigada professor Onofre Miranda!


Meu orientador me ensinou hierarquia:
“É porque eu acho que fica melhor assim e pronto.”

Meu orientador me ensinou sobre antecipação:
“Espera só chegar a sua banca que você vai ver.”

Meu orientador me ensinou a ter paciência:
“Envie o trabalho para o meu e-mail que assim que puder eu corrijo.”

Meu orientador me ensinou responsabilidade:
“Se você não vier ao laboratório todo dia, corto a sua bolsa.”

Meu orientador me ensinou economia:
“Vou passar para você fazer os orçamentos do meu projeto.”

Meu orientador me ensinou redação:
“Isso está muito ruim, é melhor reescrever tudo.”

Meu orientador me ensinou sobre administração do tempo:
“Você tem que terminar esses artigos até amanhã.”

Meu orientador me ensinou didática:
“Preciso que você dê uma aula no meu lugar amanhã.”

Meu orientador me ensinou humildade:
“Um dia você vai saber tanto quanto eu.”

Meu orientador me ensinou sobre investimentos:
“Os custos da publicação do artigo são por sua conta.”

Meu orientador me ensinou sobre dedicação:
“O que é que você faz da meia-noite às seis?”

Meu orientador me ensinou sobre disponibilidade:
“Atendo alunos somente com hora marcada.”

Meu orientador me ensinou sobre suspense:
“Vou deixar para comentar o trabalho na sua banca.”

Meu orientador me ensinou a importância do descanso:
“Você consegue terminar os resumos do congresso nesse final de semana?”

Meu orientador me ensinou a compartilhar:
“Vamos colocar os nomes dos meus outros orientados no seu artigo também.”

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Seven Psicanálise


Você já esta acompanhando meu site? Agora (oficialmente, diplomada e com registro) atuando como psicanalista estou atendendo na clinica. Seven Psicanálise traz atualizações diárias: textos, perguntas, videos, espaço para borderlines, dependentes quimicos, sintomas como depressão, angustia, ansiedade e outros.
Também temos nossa pagina no facebook (já curtiu?)
Assine o feed do site e mantenha-se informado alem de ter seu espaço (para perguntas, desabafos e agendar seu atendimento). Esta vossa blogueira (e psicanalista) agradece a confiança, rs!

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Pay Off

as vezes a decisão mais dificil é a mais correta. as vezes deixamos que os outros decidam para aceitar, evitar ou mitigar. as vezes dói ter que reconhecer o fim do jogo. e como dói.
uma psicanalista deve saber bem de todas as decisões e quando chega a hora do definitivo ponto final.
mas até Nietzsche chorou. Freud, Lacan e Jung não tiveram suas vidas amorosas como exemplo. E é bem compreensível afinal é mais dificil amar do que pensar.
Terminar um relacionamento demanda mais coragem do que começar um. E quando terminam por voce a melhor forma de amenizar esse turbilhao de sentimentos pode ser abrir os olhos. Pra que insistir quando não existe mais a alegria, paz, amizade, cumplicidade, paciencia, indulgencia, e respeito?
não adianta querer manter algo que não existe mais. deixe que a aceitação tome conta. busque seu equilibrio. sofra, chore, mas não perca a ... oportunidade de tentar seguir em frente. e não olhe pra trás...
há de encontrar quem te ame como voce é. talvez re-encontre. e então lembre: toda dor um dia chega ao fim! (i hope)

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

CONSTITUICAO conhece?


CONSTITUICAO conhece?
ela garante direitos e respeito e PRESERVA A LIBERDADE de EXPRESSAO !!
Li a matéria abaixo e me encontrei lembrando da expressão gayzismo. sabe o que é? A concepção ideológica que tacharia como preconceituosa qualquer manifestação contrária à homossexualidade. Diferente da homofobia, o gayzista apenas não concorda com o homossexualismo. enquanto o homofóbico censura e combate o grupo GLS. antes de ler a matéria, se pergunte: voce não é contra e nem a favor do homossexualismo? ok, voce é gayzista e isso não é crime. Mas se voce é contra qualquer tipo de manifestação GLS, meu caro leitor: voce se enquadra ferindo a constituição. fora isso: #nãomerepresenta.
porém, todo aquele que usa a homossexualidade de alguem para feri-lo na minha opinião nao é uma coisa, nem outra. é heterossexualista, sem cultura, sem argumentos e deveria estudar antes de passar por situações vexatórias. a psicologia não aceita o inconsciente. a psicanálise diz que seu comportamento é o reflexo do inconsciente. SEJA CONSCIENTE ou procure um psicanalista mais próximo (pode ser eu por exemplo...)

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/a-larga-estupidez-de-paula-lavigne-no-saia-justa/


quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Ciência da exatidão humana

Ontem a noite eu estava pensando sobre o que eu perguntei a respeito do blog de Fernando Meirelles onde ele comenta seu filme (Ensaio sobre a Cegueira). Dentre tres perguntas instigantes apenas uma foi respondida e novamente respondida mesmo quando eu tentei retornar ao meu foco. Sobre portugues. Então mil devaneios me fizeram sentir desde a raiva até a decepção. Com o mundo. Vejamos: a grande maioria (há exceções) das ciências ditam o certo e o errado. Exemplo: quando estamos na escola nos questionamos porque temos que saber o ano em que descobriram o Brasil; o motivo da primeira guerra, ou a diferença entre planice e planalto. Já adultos e formados em cursos os quais nunca foram importantes tais conhecimentos explicamos aos mais jovens que isso serve como cultura. Indo mais alem das CIÊNCIAS EXATAS: todo numero multiplicado por zero é zero. POR QUE? porque é. MAS POR QUE? SE EU TENHO UMA MAÇÃ E MULTIPLICAR ELA POR NADA, AINDA TENHO UMA MAÇÃ. mas a resposta certa é zero. MAS POR QUE? porque é. então tá. vou usar isso pelo resto da vida, porem não sei a lógica desse resultado e nem o porque.
a Psiquiatria estuda anormalidades comportamentais (eu diria os atos). a Psicologia estuda o comportamento e processos mentais - processos mentais são maneiras como a mente funciona (eu diria pensamentos) e SEMPRE empirica. e a Psicanálise? segundo Freud a natureza humana não é sempre racional e ações podem ser motivadas por fatores não acessiveis ao consciente (eu diria sentimentos).
Agora vejamos:
1- quem conhece o certo ou errado esta sempre disposto a mostra-lo quando há uma oportunidade.
2- existe o certo e o errado para julgar os atos. porem é normal mostrar suas atitudes.
3- existe o certo e o errado para comportamentos. porem as pessoas são julgadas quando expõem seus pensamentos.
4- não existe certo ou errado quando falamos ou deparamos com perguntas incomodas sobre sentimentos.
Será esse o motivo de ser ignorado, incomodo, vergonhoso, impudico?
Posso ter dezenas de respostas e opiniões sobre o que é certo ou errado, mas raramente (quiça nunca) teremos a coragem de mostrar o que sentimos. é um paradoxo: responder o que se sabe e julgar veladamente o que é individual (o que sente, sua natureza, seu eu)
"ASSIM OBSERVOU A MULHER DO MÉDICO AO ANALISAR O COMPORTAMENTO DE UNS COM OS OUTROS E CHEGOU A CONCLUSÃO DE QUE AS PESSOAS TORNAM-SE REALMENTE QUEM ELAS SÃO A PARTIR DO MOMENTO EM QUE NÃO PODEM JULGAR PELO QUE VEÊM." Saramago
mas poderia ser: "E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música." Nietzsche

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Dia do Orgasmo (epaaaaa)


bem... vamos fazer algo diferente. vou postar algumas "dicas" publicadas pelo prazeroso dia do Orgasmo nesta data e comenta-las! sigam-me (mas não atras)
1. Um terço das mulheres brasileiras nunca atingiu o orgasmo
De acordo com pesquisas realizados pela psiquiatra Carmita Abdo, coordenadora do Projeto Sexualidade do Hospital das Clínicas da USP, cerca de um terço das mulheres brasileiras nunca chegou ao clímax durante a penetração nem durante a masturbação. Em outros países esse índice é ainda mais chocante. Um estudo encomendado por sex shops na Inglaterra detectou que 80% das mulheres não atingem o orgasmo durante as relações. Por isso, se você ainda não chegou lá, fique calma, você não está sozinha. "Sexo é um aprendizado constante. Cada relação é diferente e não é porque você não sentiu determinada até hoje que isso não possa acontecer amanhã. Você tem todas as ferramentas, só é preciso se conhecer para saber como usá-las a seu favor", garante Celso Marzano, urologista, sexólogo e terapeuta sexual.

Eu: sólamento por voces!
2. Usar salto pode ajudá-la a chegar lá
Segundo um estudo da Universidade de Verona, usar salto ajuda a relaxar e a fortalecer os músculos da região pélvica intensificando as contrações durante o orgasmo. Porém, o efeito positivo não aumenta de acordo com o tamanho do salto. Para Maria Cerruto, coordenadora da pesquisa o ideal é um salto que tenha entre 4 e 5 centímetros.

Eu: xuxu, salto alto é sexy! deixa a mulher muito sensual, principalmente se tiver pézinhos lindos como os meus! fetiche! mas se voce ficar na ponta do pé ou se apoiar neles (sentada, deita, em pé) com certeza irá ter o orgasmo com mais... facilidade.
3. Ele pode aparecer na academia
Segundo uma pesquisa realizada pelo Centro de Saúde Sexual da Universidade de Indiana, nos EUA, 40% das mulheres entrevistadas já tiveram prazer induzido pelo exercício ou orgasmo mais de 11 vezes em suas vidas. Das mulheres que tiveram orgasmos na academia, cerca de 45% disseram que a primeira experiência foi ligada a exercícios abdominais; 19%, ligado à bicicleta e corrida; 9,3%, ligado ao escalar. Já 7% delas relataram uma conexão com o levantamento de peso e outros 7% com a execução; o restante das experiências incluiu vários exercícios, como ioga, natação, aparelhos elípticos e aeróbica. O mais surpreendente é que isso não teve relação com fantasias sexuais ou pensamentos com o sexo oposto.

Eu:  olha, eu nunca tinha lido sobre isso! e confesso que acho meio tosco. como é que a mulher vai gozar numa academia? explica orque na minha imaginação isso seria hilário! (alô voce, cuidado com o personal ou professor de academia)
4. Mulher realmente demora mais
Para que o homem fique excitado, seu organismo precisa bombear cerca de 10 ml de sangue para seu pênis. Já o órgão sexual feminino, que é mais complexo, precisa de aproximadamente 200 ml. "Isso faz com que a mulher precise de um pouco mais de tempo, porém essa resposta sexual pode ser mais rápida quando ela já começa a pensar em sexo e se preparar para a relação. Porém, o que mais conta aqui são as questões emocionais. Autoestima, autoconfiança, estado emocional, dinâmica do casal e vínculo afetivo podem influenciar no orgasmo feminino", afirma Celso Marzano.

Eu: WFT? a mulher demora mais porque a coisa não ta quente o suficiente pra ela "queimar". convenhamos né? quem é melhor: duas de 15 ou uma de 30? e esses homens que acham que podem mandar até na hora de decidir quando goza? apa... depois reclama...
5. Existe até plástica para facilitar o orgasmo
Conhecida nos EUA como G-Shot, a técnica promete aumentar o ponto G por meio de injeções intravaginais de colágeno, aumentando o atrito durante a penetração e permitindo assim que a mulher chegue ao orgasmo mais facilmente. O procedimento, que custa em torno de R$ 3,5 mil, é feito com anestesia local e dispensa internação. Porém, a técnica gera polêmica e não é reconhecida pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Eu: se voce realmente precisa disso acho que deveria tentar pompoarismo, striper, um livrinho (por favor, nao me velha com cinza que eu venho com o vermelho)
6. Mulheres têm mais orgasmos com homens ricos
De acordo com estudo britânico, da Universidade de Newcastle, o dinheiro é um fator que pode influenciar o orgasmo.  Para os cientistas responsáveis pela pesquisa isso seria resultado de uma adaptação evolucionária. Aparentemente sem preocupações de como vão as contas, as mulheres conseguem se entregar mais à relação sexual. Segundo a sensual coach Fátima Moura, a desconcentração na hora H é uma dos principais fatores que afastam as mulheres do tão desejado orgasmo. "A mulher em geral está com tantas coisas na cabeça, preocupada e encucada com tantas questões, que acaba não conseguindo se entregar e perceber as sensações de seu corpo durante o sexo", justifica.

Eu: posso rir? mas é porque eu to rindo demais até pra escrever sobre isso. pra mim alias tem até nome: PROSTITUTA, INTERESSEIRA, POBRE E BURRA...
7. A idade influencia
A partir dos 50 anos existem algumas questões físicas que jogam contra o prazer feminino, porém a experiência pode ajudar. "Nessa época as variações hormonais fazem com que a lubrificação geralmente fique mais difícil. O desejo pode diminuir também gerando complicadores emocionais. Se a mulher está com a autoestima abalada isso vai refletir na vida sexual", explica Celso Marzano. Por outro lado, com a idade a mulher tende a conhecer melhor o próprio corpo fazendo o caminho para o orgasmo algo menos tortuoso.

Eu: só feminino? ah ta!
8. Um orgasmo pode gerar uma descarga elétrica de até 244 milivolts
Durante o orgasmo as paredes da vagina liberam energia e sofrem contrações musculares involuntárias, seguidas de uma sensação de relaxamento. Segundo Jairo Bouer e Marcelo Duarte, autores do Guia dos Curiosos – Sexo, a descarga elétrica produzida por cinco mulheres tendo orgasmo seria suficiente para acender uma lâmpada.

Eu: só uma?
9. Musculação íntima pode intensificar o orgasmo
O pompoarismo, antiga técnica oriental derivada do tantra, pode facilitar o caminho para o orgasmo. Com esses exercícios íntimos é possível fortalecer a musculatura vaginal e obter mais controle sobre seus movimentos. Segundo a Fátima Moura, ele ajuda a aumentar a libido, melhora a lubrificação e faz com que você atinja o clímax com mais facilidade. Além disso, sabendo controlar melhor sua musculatura vaginal, a tendência é que os orgasmos fiquem ainda mais intensos.

Eu: ja citei que pompoarismo é excelente. se voce nao sabe ou nunca fez pode estar perdendo horas de sexo fingido e seu homem pra alguma bem resolvida.
10. A ejaculação feminina não é lenda
Algumas mulheres, em virtude de um orgasmo vaginal intenso, liberam muito líquido durante o ato sexual e chegam até a achar que urinaram. Segundo Regina Navarro Lins e Flávio Braga, autores de O Livro de Ouro do Sexo, esse fenômeno ocorre por meio das áreas sexuais que circundam a uretra, especialmente o ponto G, normalmente localizado cerca de 2 a 3 cm a partir da entrada da vagina. Cerca de 10% das mulheres apresentam esse tipo de ejaculação.

Eu: ahuahauhauahuahauahuah. pera... ahuahauahauhauahuaha... ta, vou tentar ser tecnica: voce (mulher) ja ouviu a frase "molhar a calcinha"? pois é, não é molhar de xixi viu? agora mais tecnica ainda: faz favor? voce nunca molhou a cama depois da relação? (isso serve para ambos os sexos: o homem que nunca fez isso em uma mulher ou a mulher que nunca fez isso ou pior: os dois acham que é o gozo DELE.)

vamos prosseguir ou voce já ta saindo pra comemorar usando minhas observações? Vejamos essa outra reportagem:

O que eles mais pedem
“Se a ideia é enlouquecê-lo, melhor declarar seu amor à performance viril e ao membro poderoso dele”, garante a gaúcha Vanessa de Oliveira, ex-garota de programa e autora do livro 100 Segredos de Uma Garota de Programa.
Eu: como poderei confrontar uma garota de programa que ja publicou varios livros (inclusive eu tenho a biografia dela escrita anos antes de surgir a versão helo kity "Bruna Surfistinha"), mas tipo assim Vanessa é meio estranho dizer: eu amo seu penis! eu prefiro: to te querendo forte!
Em alto e bom som
“Não adianta ser contida nas demonstrações de prazer. Homem gosta de mulher que g#eme. Mas não pode gritar, daí desagrada. Quanto mais você der gemidinhos, mais ele vai se sentir ‘o’ cara. Meus clientes também gostam que eu sussure no ouvido deles frases do tipo: ‘Estou ficando tão molhada’, ‘Sou toda sua’ ou ‘Me dá uns tapinhas?’” conta a prostituta Gisela, de São Paulo.“Eles ficam exc!tados com a ideia que estão deixando a mulher louca.”
Eu: ah meu, sei la! qual mulher não sabe disso? se não sabe volta pro 1º grau ou se joga, enrustida!
Sexo oral com atitude
“Primeiro mandamento do sex0 oral: luz acesa. se você tem vergonha, ilumine a região do membro dele com um abajur e não pare de encará-lo enquanto faz os movimentos. cara de  te#são ajuda na performance”, recomenda a gaúcha Vanessa. “Não seja comedida: tem que lamber tudo, inclusive os test!culos", completa Gisela. Já está com prática? Arrisque-se mais: “Eles também gostam de uns apertõezinhos nos mamilos com as pontas dos dedos molhadas”.
Eu: aqui ja senti que o profissionalismo é quem dita, mas sou euzinha que só ganho "em orgasmo" pra pontuar, monas! Então sendo direta e sucinta: mulher que não sente prazer em fazer sexo oral NUNCA vai fazer bem feito. nao tem luz ou "cars e bocas" que se compare. e nao precisa ser profissional do sexo. tem mulher que prefere (sente mais prazer) em fazer do que receber (não vou me entregar, ups!). ah, fala sério! pra que tabu? são posiçoes sexuais. cada um tem suas preferencias e formas de chegar "lá".
Ela está descontrolada!
"Os homens querem sentir que fazem você perder o controle da situação. Por exemplo, quando for tr@nsar embaixo do chuveiro, nada de se preocupar com o cabelo. Ele vai adorar ver que, com ele, você até esquece a chapinha. Melhor ainda se você entrar de surpresa no banho. O importante é mostrar que você tem atitude, mas que o cara é tão poderoso que você se submete. Faça a mesma coisa na cama, termine sempre 'de quatro por ele'. É assim que as garotas de programa tiram roupas, carro e apartamentos dos homens", diverte-se a desbocada Vanessa.
Eu: nem ia comentar devido as ultimas frases mas... QUAL MULHER VAI FICAR PREOCUPADA COM CHAPINHA AO ENTRAR NO CHUVEIRO COM O PARCEIRO? falo mais nada!
Regiões nunca antes exploradas
“Muitos homens pedem algum tipo de brincadeira no @nus, acho que porque têm vergonha de pedir para suas mulheres. Tem cliente que pede beijo grego (uma maneira mais fofa de falar... chupar as profundidades do derrière); o fio terra também é super comum (cubra o dedo com uma camisinha, se não quiser se aventurar a seco); e às vezes também uso vibrador, para fazer a pene#tração, mesmo. Não tem nada a ver com homossexualidade. O homem acha gostoso ser estimulado ali, mas é um super tabu, né?”, constata a carioca Monique.
Eu: ja disse que cada um tem sua preferencia... não vejo absolutamente nada de anormal!
Novos elementos
“Não uso lubrificante tradicional. Gosto daquele que vem em formato de bolinha, tipo aqueles óleos de banho dos anos 80, sabe? Você introduz a bolinha, e ela dissolve dentro da v@gina, preparando o terreno. Assim o ato já começa com níveis máximos de exc!tação”, afirma Monique. “No meu caso, os aliados são os géis adstringentes, vendidos em sex shop. Eles deixam o canal v@ginal apertadinho, parece que você é virgem de novo. Além disso, o homem tem a ilusão de que seu membro é enorme. Outro apetrecho que uso muito é o creme vibration, que deixa a parede da vagina latejando. A sensação é uma mistura de sex0 tântrico com as pulsações pós-org@smo”, explica Vanessa.
Eu: huahuahauah, não consigo pensar em comentar essa, mas to rindo pra cassete em imaginar algumas "atuais" de alguns "ex" que ficariam com vergonha só de ler isso!
É galera... vou ficando porraqui ou mudo de psicanalista para psicologa sexual. Ai vale cobrar porque acho que tem muito mais publico feminino do que masculino precisando de um help. (alusão ao texto que eu postei no face: "Do que sofre um psicanalista no exercício de sua profissão?")

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Um conto chamado Clara



 Hoje vou contar uma pra voces:
" O nome dela era Clara. Quando nasceu, seus pais adivinharam que Clara viera ao mundo pra brilhar. Sua beleza, diferente do padrao de beleza comum, encantava. Clara deve ter sido muitas figuras mitologicas. Quando os homens olhavam no fundo do seus olhos, petrificavam, com sua luz. Como uma medusa. Quando falava, encantava e fazia com que ficassem muito tempo a escuta-la. Como uma sereia. Clara era impar. e alguns numeros impares são primos, ou seja, só dividem por ele mesmo ou por um. Então Clara só tinha a si e uma unica pessoa. Eis o calcanhar de Aquiles de Clara. Ela nunca encontrará seu numero 1. Tentou varias vezes uma divisão fracionaria, mas nunca foi muito longe. Ela já era a soluçao da sua propria raiz quadrada, mas nao podia dividir isso com mais ninguem. Só o numero 1. De tanto tentar, a pobre e bela Clara ate quis multiplicar por um zero!!! Imagina, Clara virar um 0. Mas outros pares não deixaram, e expulsaram o zero da matematica de Clara. Até o dia, que ela resolveu nao procurar mais. Ela iria se multiplicar. e não só ao quadrado. Clara começou a se multiplicar, pois ela só podia ser maior se a multiplicaçao fosse por ela mesma. Num momento de solidão, Clara pensou: se multiplicasse com o 1, ela continuaria sendo apenas uma simples Clara. Decidiu entao: só posso ter mais valor, se me multiplicar por mim. Infelizmente, apareciam outros numeros impares querendo "multiplicar" Clara. E boba, caiu nessa até quase completar uma tabuada, e se deu conta, que impar, por impar, ela era muito mais feliz só. Clara tambem encontrou pares. Pares que se tornariam primos se pudessem para ter uma chance. Clara até tinha devaneios em encontrar um par mas, ela acabaria fracionando, e bem... Clara nao queria mais diminuir, apenas somar e multiplicar. Quando Clara se tornou tudo que desejava ser, por apenas contar consigo tantas vezes, Clara cansou. Faltava-lhe o seu numero 1. Mas por decepcionar-se tanto com outros numeros primos, como ela, Clara não tinha mais coragem de acreditar que o seu unico divisor que não lhe diminuiria, existia. Porém tambem nao queria mais nenhum outro numero, mesmo que sua fraçao fosse perfeita. Clara com todo seu conhecimento e beleza, chegou a conclusão: havia apenas um numero 1 e ela nao iria retroagir para tentar encontra-lo. E nem esperar por ele. Clara era um numero grande agora... Quem sairia na vantagem de ser o simples numero um e multiplicar com Clara, seria um numero de muita sorte. Que o numero viesse atras dela entao. Até que enfim Clara descobriu seu valor. e nao precisava do numero 1 para ser mais.

p.s. Dedico essa estória ao meu mestre e professo de psicanalise Dr Ronaldo de Mattos que nesta data faz aniversário. é singelo mas será um presente eterno.

domingo, 28 de julho de 2013

F33.3, F40.2, F41.0, F50.0, F90.0, G25.0


oi. como estão? ola Sr Ninguem, olá formiguinhas. Vamos conversar? ótimo. porque eu estou exaurida de dizer para todos que me cercam: to cansada, to cansada, to cansada pra cassete, to cansada...
eu passo dias, semanas, meses e talvez anos escrevendo emails, no face (se voce acha errado falar da sua vida no face, recomendo que saia da sociedade virtual ou nao se aproxime da minha já que é errado na sua opinião) no youtube, no chuveiro, no chao, em quase todos os lugares em que sobrevivo. Sabe quando ninguem responde ou quando responde é a mesma coisa de nada? poizé! a gente grita pedindo ajuda. a gente conta o que esta acontecendo. a gente grita avisando que esta cansada. depois suicidá e as pessoas dizem: mas porque ela não pediu ajuda? mas porque ela não avisou que precisava? porque preferiu ir pro umbral ao invés de continuar nesse mundo lindo, onde o amor vale menos que um big-big mastigado, as pessoas sempre estão dispostas a ajudar. pera, agora eu vou dizer uma coisa: estudando o envangelho segundo espiritismo eu li que de nada adianta uma ajuda material se não houver sacrificio. entao se voce tem dinheiro sobrando provavelmente nao dará ou porque esta contando com ele para algo ou porque voce emprestará e olhe lá. se voce tem esse dinheiro mas ele não esta sobrando e cederá, ai sim. voce esta abrindo mao de um bem necessário. deixa isso pra lá. não tenho que ficar falando se as pessoas são como são e não vão mudar. e pior: depois de morrer ai sim, um bucado de gente comenta: nossa mas ela ja vinha avisando, nossa mas ela tava sempre falando, nossa porque ela não perguntou no posto Ipiranga se a carne era Friboi! Eu acho que eu ja falei tanto que ninguem leva mais a sério!
é penoso sabiam? viver dói. mas acho que ver alguem quem voce tinha certeza que te ajudaria cagar e andar não dar a minima pra voce é o que machuca mais.
estudando com Dr Ronaldo Mattos, psicanalista que esta me ensinando, me mostra que até o que nao é ciencia é tratado como algo metódico. sentimentos. sentimentos de repente são sintomas. duvidas são doenças. e tudo tem seu preço (alem da magia de OUAT e para todas as outras existe o mastercard).
e olha que ele esta ensinando uma pupila. alguem crua que sera sua continuação. então a paciencia dele é enorme. em todos os sentidos. mesmo assim quando eu abro meu gmail caio na real, tudo é igual. é como Lenine canta: o mundo espera da gente e a gente espera por mais...
em que momento da minha vida eu perdi ... tudo. eu perdi o que eu era. e me transformei nessa pessoa triste, cheia de rotulos, incrédula e boba? até quando? até quando as pessoas que buscam posts nesse blog vão se prender à codigos e sintomas como quem le a bula de um remédio e sente todos os efeitos que nela esta descrito? essa semana eu estava conversando com uma medica e um psicologo e falei sobre profissionais da nossa area que atendem em seus consultórios gratuitamente um dia por semana. o psicologo me questionou: por que só nós temos que fazer isso? por que os outros profissionais de outras areas não fazem? eu respondi: porque as pessoas precisam mais de nós. porque afora existem muitos prestadores de ajuda juridica que tambem fazem isso. saude psíquica/emocional e respaldo juridico são definitivamente o que só os ricos podem ter. LL- loucos e leis. só isso que o país tem de sobra. o psicologo relutante tentou outros argumentos. a psiquiatra/psicologa apenas escutava o debate. entao ela disse: nós trabalhamos como qualquer outro. se estamos dentro de um consultorio (escritório) é porque fizemos por onde. nao temos obrigação ou tempo para acompanhar pacientes de graça. qual advogado faz isso? (tirando os defensores publicos, claro) qual eletricista não cobra? muitos dizem: vou cobrar apenas a mão de obra.
eu vi que eles pensam como todos pensam. em segundos a unica coisa que eu senti foi: não sou anormal. apenas penso que esse é o correto. se eles e todos os outros pensam da forma como estão falando esses dois, sinto muito continuarei com meus valores, com minha opinião e não vou deixar de praticar o bem porque todos acham que estou errada. a vida toda eu fui assim. não é algo como: se eu ganhar na mega-sena vou ajudar, fazer caridade, mostrar que sou um bom samaritano, doar para um asilo... eu posso fazer tudo isso apenas com meu trabalho. seja uma vez por semana ou por uma pessoa. é tão errado isso? eu tenho mais CID's do que 50 prontuarios de uma clinica. e nenhum deles mudou isso. nao. eu posso ter mudado em muitas coisas mas isso, esses valores, gratidão, honestidade, me doar, ajudar seja financeiramente ou apenas profissionalmente eu nao mudei. e espero partir deste mundo pelo menos sabendo que pra onde eu irei quando não suportar esse cansaço carregando o peso enorme de algo que ninguem deve fazer, mas tendo certeza que em vida eu fiz tudo que eu podia. inclusive pedir ajuda. disso eu nunca duvidei. até quando eu vou precisar mais de paciencia para suportar tanta dor?

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Cura Gay

Vamos começar com dois videos sobre o assunto que estão no meu canal do youtube:


agora segue a reflexão do meu professor e mestre Dr Ronaldo Mattos:
CURA DE GAYS? SERÁ QUE É REALMENTE ISSO?

Vamos aos fatos: o deputado Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM), decidiu votar PDL 234/11, que torna sem efeito um trecho do Artigo 3º e todo o Artigo 4º da Resolução 1/99 do Conselho Federal de Psicologia. Confira parte propositiva do projeto:

Art. 1º Este Decreto Legislativo susta o parágrafo único do Art. 3º e o Art. 4º, da Resolução do Conselho Federal de Psicologia nº 1/99 de 23 de Março de 1999.
Art. 2º Fica sustada a aplicação do Parágrafo único do Art. 3º e o Art. 4º, da Resolução do Conselho Federal de Psicologia nº 1/99 de 23 de Março de 1999, que estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da orientação sexual.
Art. 3º Este decreto legislativo entra em vigor na data de sua publicação.”

Sendo assim, caso o projeto seja aprovado, o parágrafo único do artigo 3º e todo o artigo 4º, abaixo, não teriam mais efeito:

“Art. 3° – os psicólogos não exercerão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas nem adotarão ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados.”

Parágrafo único – Os psicólogos não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades.

Art. 4° – Os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica.”

O projeto de Campos pretende sustar dois artigos instituídos em 1999 pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP).
Como se pode constatar, somente o parágrafo único desse artigo seria retirado, além de todo o artigo 4º, visto que esses dois trechos criam um padrão não definido na relação entre o psicólogo e a homossexualidade, o que torna possível enquadrar um profissional com base apenas no achismo.

A questão é que ideologizaram o CFP. Deixou de ser Ciência Humana para ser Ciência Exata. Se a Psicologia é a ciência do comportamento humano e se alguém vai a um psicólogo pedir ajuda acerca de qualquer comportamento que incomoda sua vida, esse profissional não tem outra alternativa a não ser ajudá-lo. No caso do homossexualismo, a resolução vigente diz que não pode e fecha a questão como se tivéssemos todas as respostas na ciência para o comportamento homossexual. Isso é um absurdo!

Sobre a carta de Freud, veja a a integra e lembre-se não foi a pessoa que escreveu para Freud e sim a Mãe. Agora imagine se fosse a pessoa querendo se tratar com Freud o que ele diria.

Freud numa carta a mãe de um adolescente homossexual em 1936:

"Prezada Senhora,
Deduzo de sua carta que seu filho é homossexual. Estou especialmente impressionado com o fato da senhora não ter mencionado este termo no seu relato sobre seu filho. Posso perguntar-lhe porque o evitou? A homossexualidade seguramente não é uma vantagem , mas não é nada vergonhoso, não é um vício, não é uma degradação, não pode ser classificada como uma doença; nós a consideramos uma variação da função sexual produzida por um certo bloqueio no desenvolvimento sexual.
Muitos indivíduos altamente respeitáveis na antiguidade e também nos dias de hoje, foram homossexuais, muitos homens notáveis de sua época (Platão, Michelangelo, Leonardo da Vinci). É uma grande injustiça e crueldade a perseguição da homossexualidade como um crime. Se você não acredita em mim, leia os livros de Hamelock Ellis.
Ao perguntar-me se eu poderia ajudar, suponho que você quer saber se posso abolir a homossexualidade e colocar a heterossexualidade normal em seu lugar. A resposta é que, de uma maneira geral, não podemos prometer conseguir isto. Em certos casos temos sucesso em desenvolver as incipientes tendências heterossexuais que estão presentes em todos os homossexuais, mas na maior parte dos casos isto não é mais possível. Depende das características e idade do indivíduo. O resultado do tratamento não pode ser previsto.
O que a análise pode fazer por seu filho segue em outra direção. Se ele é infeliz, neurótico, torturado por conflitos, inibido em sua vida social, a análise pode lhe trazer harmonia, paz de espírito, completo desenvolvimento de suas potencialidade, continue ou não homossexual.
Se você decidir que ele deve fazer análise comigo - e eu não espero que isto aconteça - ele deverá vir a Viena. Não tenho intenção de mudar-me. De qualquer forma, não deixe de me responder,
Sinceramente,
Desejo-lhe boa sorte,
Freud"

Há proposta é a liberdade no setting terapêutico para o profissionais avaliarem o desejo do sujeito e ajuda-lo como disse Freud:
"Se ele é infeliz, neurótico, torturado por conflitos, inibido em sua vida social, a análise pode lhe trazer harmonia, paz de espírito, completo desenvolvimento de suas potencialidade, continue ou não homossexual."
Agora é algo que acontece entre o profissional e o sujeito no Settings terapêuticos. Tirando do conselho Federal um poder que ele não tem como normatizar...
A resolução vigente diz que não pode e fecha a questão como se tivéssemos todas as respostas na ciência para o comportamento homossexual. Isso é um absurdo.

Para leitura eu recomendo um livro que foi publicado nos USA com o titulo EX-GAYS? Autor: JONES, STANTON L.
Autor: YARHOUSE, MARK A.
Idioma: INGLES
Editora: INTERVARSITY PRESS

Espero ter esclarecido o que a Imprensa não está apresentando com imparcialidade...
Ronaldo de Mattos/ Clinica de Psicanálise

domingo, 16 de junho de 2013

O super-ego, prendeu o id, e o ego chorou.


 Quando eu ja não sabia onde encontrar abrigo, a dor teve razão. me flagrei chorando por pessoas que não enxugariam uma lagrima que descia. O que esta acontecendo? Tentei resolver: deixei meu ID solto e mandei o EGO pegar carona com SUPER-EGO pra APA. porem... os dois retornaram. entao o SUPER-EGO tomou frente da felicidade do meu ID, mandou ele de volta, e assumiu o lugar do EGO. que tá quietinho porque nao pode fazer nada. E sabem, tanto meu EGO quanto SUPER-EGO nao sao eu. na verdade eu sou meu ID quase sempre. eu nao deixo o ID no soton preso. o meu EGO raramente é quem manda na casa, e meu SUPER-EGO é terrivel. simplesmente nao combina, nao dá, eu sou rebelde e luto contra ele, mesmo que ele seja o correto. EU SOU ERRADA! EU ERRO. NAO TENHO VERGONHA DE DIZER, EU NAO SOU BURRA, MAS AINDA TENHO MUITO QUE APRENDER. e nao vai ser meu SUPER-EGO quem vai me ensinar!  Ele chegou, trancou de volta e bem trancado meu ID, e foi tao triste que o EGO se recolheu e foi chorar, algo que o SUPER-EGO ABOMINA! o ID brincalhao, alegre, sonhador, palhaço, sempre tirando um sorriso do que faz chorar; foi muito triste ver o SUPER-EGO manda-lo pra onde ele deve estar, e bem trancado evitando nao ter nenhuma brechinha pra ele aparecer e brincar, deixando o EGO cansado de tentar faze-lo parar de falar. MEU EGO CHOROU PELA FORMA COMO MEU ID FOI PRESO. e olha que EGO, é da onde vem a palavra EGOISTA. nao havia lugar pro egoismo mais; o EGO preferiu sentir a falta do ID, de IDEALISTA. toda essa analogia psicologica pra perguntar: por que me faze(m)r chorar? eu sei que sou toda atrapalhada e vivo errando, ja disse. mas voces nao sao capazes de perdoar? esquecer? superar? até mesmo aceitar? Eu juro, nao queria usar essa palavra, que eu tento fazer certo, ser uma pessoa melhor, e uma mulher por quem se apaixone. Mas eu nao posso esquecer do anjo safado, que ontem reapareceu como quando eu nasci e me lembrou: estava drecretado que eu sou predestinado a ser errado assim, no entanto chato querubim, isso nao me importa, porque eu vou até o fim!
NÃO ME CONTARAM QUE UMA PESSOA PODE MACHUCAR TAO PROFUNDAMENTE A OUTRA POR DECEPÇAO. MAS, AH, EU NUNCA DUVIDEI!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

por que?

por que ninguem me ouve?
por que ninguem me entende?
por que ninguem age?
por que o problema sou eu?
por que não demostro o que eu sinto?
por que não me faço entender?
por que as pessoas só respondem quando há risos?
por que ignoram quando peço ajuda?
por que desaparecem quando eu chamo?
por que dói?
por que dói em todos os sentidos?
por que ainda insisto em pedir atenção?
por que só aparecem nas horas boas?
por que ninguem me abraça?
por que me enxergam como sexo ou prazer?
por que eu preciso pedir que cuidem de mim?
por que as consequencias de morrer parecem ser menos dolorosas do que viver?
por que as pessoas que mais gosto são as mesmas que somem?
por que é errado pedir ajuda?
por que não pode chorar?
por que eu lido com a dor e a luta para não ficar na solidão completa?
por que eu lido com a dor maior para ficar um pouco mais com a internet?
por que eu espero que assim explicar que preciso de um carinho?
porque eu não suporto mais não receber resposta de quem ignora o que eu escrevo. 
e se eu não existir, não haverá mais tantos defeitos em mim. nem tanto por que...

Parte I


entao eu parei onde ia chorar e voltar. só que não! o Tempo idiota me perdurou um dia inteiro para eu conseguir ganhar esse jogo. ok. empatamos. depois de saber o que é psicanalise e como deve ser o trabalho do psicanalista eu quase peguei uma corda. depois eu vi o preço do curso teorico e pendurei a corda. como canta o samba: to com a corda no pescoço! só falta a TPM puxar a cadeira!
estavamos falando da dor e de sua individualidade. a minha é casada com o Tempo e esses dois juntos me ferram mais que fralda de nenem. num é brinquedo não. porra, essa merda é infinita? porque eu sou o Anderson Silva lutando contra esse casal Tempo e Dor. mas até o Anderson descansa e treina depois de cada luta. e Voces Dois? Tempo sempre querendo ser perfeito e solução pra tudo mas à mim não engana, porque eu tambem sei ser bandida Diva tá? que tal a Dor levar uma gaia Felicidade? e melhor: ter um caso com a Paz e quiçá ser amante da Justiça? melhor que isso só nascendo uma saúde!
qualquer psicologo em algum momento te pergunta: o que te faz feliz?
nossa acho que quase tudo me faz feliz. de verdade. só que sim! quem convive comigo diariamente seja ao vivo ou virtualmente (principalmente o Cafofo) sabem que definitivamente eu consigo fazer uma piada me trollando seja qual for a circunstancia. e ta achando pouco? armaria, mininu eu faço auto-analise e meditação desde 2011 né? entao: eu fico arretada quando eu estou triste. porque simplesmente eu não tenho motivo maior do que qualquer coisa que me deixe feliz. e ficar triste é uma merda coisa chata.
Neste momento, sabado 08/06/2013 as 12:07 eu ia escrever algo mas lembrei que entrei no inferno astral. mais uma justificativa por eu estar dodói. vamo combinar? vou parar de novo e quando eu estiver com menos dor ou com vontade de escrever eu volto. (dinovo)
só pra constar: domingo, dia 09 de junho de 2013 as 11:23 e ainda não quero escrever. estou confusa.
quarta-feira, 12 de junho de 2013 as 13:12. hoje é dia dos namorados e se eu disser que isso nao significa bosta nenhuma, vou esta mentindo descaradamente! mas tambem é motivo para chorar, convenhamos. eu estou sem vontade de escrever. e fico me perguntando: por que estou tão triste? por que choro tanto? por que nao tenho vontade de fazer nada? nem ao menos a minha casa limpei. há 10 dias nao limpo a casa.há dias eu me pergunto: o que esta causando tanta dor? tanto choro? ontem eu me fiz uma pergunta fundamental ao lidar com pacientes que tem risco de suicidio: voce tem medo de morrer? NAO! e voce tem medo de viver? NÃO! essa ultima pergunta é capciosa! quando a pessoa responde nao é risco de auto-extermínio certeiro. é quando pedimos internaçao. o que me levou a me perguntar isso? flagrei meus pensamentos divagando se morrer será pior do que continuar viva. estou tomando todos os medicamentos. não tenho nenhuma vontade de beber. até porque eu bebo quando estou feliz. a tristeza não tem vontade de nada. mas eu me recuso a entregar o jogo. eu acordo, tomo banho, tomo café, tomo minha medicação, tomo chás, eu tento estudar, mas ... eu percebo que é meu limite. não ficar na cama quando acordar. no entanto eu espero ansiosamente o momento de dormir, porque é quando eu posso esquecer da vida. eu tenho que achar o motivo. será que eu preciso que alguem se apaixone por mim e me faça apaixonar? estar apaixonada era algo bom. acho que lembro disso. talvez eu ser constantemente machucada por quem eu ja me apaixonei um dia colabore. uma coisa eu tenho certeza: eu nao suporto o fato de ser aposentada. nao. financeiramente, fisiologicamente, emocionalmente... eu queria tanto trabalhar. eu preciso. eu tenho medo de não... eu preciso. sair de casa, ter ... ter um trabalho. eu acho que talvez isso me devolvesse o que me tiraram. ano passado eu perdi minha avó. e agora eu perdi minha dignidade. pausa para o choro.
deve ser inferno astral porque TPM já se foi. eu sinto dores fisicas, eu sinto abandono pelas pessoas próximas fisicamente. dói demais voce ter amigos ou pessoas que poderiam fazer algo mas..  hoje eu recebi um SMS dizendo: voce que é aposentado do INSS tem crédito papapapa... entao eu lembro: sou aposentada e nao tenho mais o dinheiro que eu tinha para fazer compras ou comprar um presente pra alguem. minha avó me ensinou que não pode ser "pão-dura" com comida. ir no mercado é importante e voce tem que comprar o que quer comer ou precisa. e eu sempre tive ela para fazer compras. depois eu tinha meu cartao alimentação. e agora? sabe, as pessoas nao sao iguais. e o professor só pode ensinar se o aluno quer aprender. talvez seja isso: a necessidade de um trabalho. mas quem vai empregar uma pessoa que não pode ter carteira de trabalho assinada? por que eu sei que tenho amigos que poderiam me arrumar um emprego pra ganhar mil reais e recomeçar a vida agora que eu tenho um objetivo, a meta de realizar um sonho: ser psicanalista! é algo tao proximo. mas desabafando eu falei: tem gente que acha que a grama do vizinho é sempre a mais verde. ja eu, posso olhar pra qualquer vizinho e ainda assim vou ter certeza que tenho um lindo jardim. e assim todos os dias eu agradeço pelo conforto da minha cama antes de dormir e acredito que quando acordar algo bom vai acontecer. mas a musica ja diz: amanha pode acontecer tudo, inclusive nada! eu nao quero que minha irma e meu cunhado se afastem, então eu sei que nao posso demonstrar a dor, o choro, a tristeza. porque eles nao tem nada a ver com isso e podem acabar indo embora. a ultima coisa que desejo é isso.
Tempo, esqueça tudo que eu disse: segura na mão da Dor e vai... não se esqueça Tempo: voce passa, mas eu posso ficar (na vida de outrem).
eu nao abandono a minha fé, no entanto acho que estou pedindo muita coisa. e nao é assim. ok: eu troco tudo por um trabalho. algo que me ocupe. mil reais ja está ótimo. alias, se isso for pedir demais: um salario minimo está mais do que ótimo. eu preciso me levantar. porque eu nunca vi a oportunidade de realizar um sonho tao proximo: estudar e ser psicanalista. não posso deixar isso se afastar, porque aí sim: eu prefiro arriscar a dor das consequencias de morrer do que continuar com a dor de viver.
p.s. quero meu sorriso de volta.

domingo, 9 de junho de 2013

Capitão Gancho - Clarice Falcão


se não fosse pelos sonhos, se não fosse pela dor...não seria eu
musica de Clarice Falcão - Capitão Gancho

sou uma mulher independente, 33 anos e não quero compromisso


Tenho 35 anos e não quero casar e nem ser pressionado


Descobri que meu namorado é casado


Estou ficando com um amigo, mas ele tem namorada


Estudo, estudo, estudo mas não passo


tenho 35 anos mas nao quero casar


Meu ex-namorado só me procura pra sexo


Dei pro cara de primeira e ele não me ligou mais.


quarta-feira, 5 de junho de 2013

Dor, amor e vida


oi. eu tenho tanto pra te falar, mas só em um post não vai caber...
sobre o que eu falo primeiro: o buraco, o casamento ou realização?
de novo em outras palavras: a dor, o amor ou a vida?
dificil. são tres assuntos distintos mas com um final semelhante.
ok vou começar assim: se eu estiver com vontade de chorar... eu choro. até não puder mais.
mas chorar não adianta, nhé! pra voce que é enrustido racional e pessimista.
chorar quando sentir um vazio, saudade, confuso, com dor na alma e perdido ou fraco.
olha, até o Sr Ninguem e as formiguinhas (tá pensando que esqueci?) choram.
chorar alivia. não é solução mas é calmante. depois de chorar voce consegue pensar.
eu choro antes de meditar. as vezes antes de estudar meu livro dos espiritos e o evangelho segundo espiritismo. quando isso acontece eu rezo mesmo, segura na mão de Deus e vai!
a dor (na minha opinião a Dor é parente de 1º com o sacana Tempo) voltando a dor é algo impar. assim como cada um tem sua vida, sua forma de dor tambem é sempre diferente. óbvio que assim como exitem os que cuidam da vida alheia, há os que cuidam da dor dos outros. (tipo eu)
eu diria: a dor é inefável (ah, quem lembra?). e incomensurável! perigosa as vezes.
a Dor e o ridiculo Tempo andam lado a lado (ahan! são parentes mesmo. ou casados?)
Ora todos que acompanham este espetacular blog, sabe que eu e o Tempo estamos sempre competindo, as vezes ele ganha as vezes ele se vinga porque perdeu. (veja as primeiras postagens para entender)
o Tempo é tão pilantra que usa de suas armas pra me derrubar: a TPM. maldita TPM que ele usa com a velocidade e a intensidade que quiser. Mas eu ja sei disso e uso minha arma secreta: o choro.
por falar nele, estou absolutamente angustiada e vou chorar. volto depois.

terça-feira, 21 de maio de 2013

Eu não toco Raul



eu peço pra nao tocar rock e as duas cri-cris do Cafofo: Fabiana e Anne entendem: pó colocar esse barulho! armaria!
vou contar algo: meu filho sem que eu perguntasse nada disse: 
- po mãe ja viu as musicas do Raul? as letras são massas. eu adoro Raul! (começou a me dar panico) 
eu disse: -qual é sua musica preferida? ele respondeu uma do Phill Colins muito antiga. disse que todos os dias ia andando pra escola cantando essa musica. (pensei: tem salvação). Tá e do que mais voce gosta? falou um monte de musicas e bandas de rock americano. (pensei: trocaram meu filho na maternidade) Mas Xande, voce gostava tanto de Chico... 
- eu gosto mãe. é legalzinho...
- e voce gostava desta musica, daquela, de tal... 
- Mãe (sério) entenda:eu escuto essas musicas. são musicas que dá pra ouvir numa boa. mas não são as que eu gosto! 
(vou apelar) - mas Xande voce mesmo me contou que foi conhecer numa dessas feiras de anime os dois caras que fizeram o clipe "Por voce" do Frejat que eu adoro! (é feita em desenhos). 
- fui. pela senhora. (GÉZUIS, ACODE!) 
- tá, mas voce não gosta de nenhum cantor ou musica brasileira tirando Raul? 
- sim! gosto muito do Cazuza (o mundo não esta perdido) e aquela musica Exagerado. essa é a melhor dele! (contei o dia, mes e ano que ele morreu e detalhes porque foi no dia do meu aniversário de 10 anos e lembro perfeitamente) 
- Anh... nenhuma? ninguem mais? (fé, fé, fé) 
- Anh... ah Renato Russo! minha favorita é Pais e Filhos. mas tem outras bem massa! (OBRIGADA SENHOR!) 
- Essa tambem é minha musica favorita dele, Xande. e aquela que diz "mentir pra si mesmo é sempre a pior mentira"... alias Voce sabia que eu cantava pra ti um cd em italiano que ele fez quando voce era bebe? 
- sim, acho que chama Quase sem querer. essa tambem é legal. 
(ultima tentativa) - E não tem nenhuma banda que voce goste, saiba as musicas... 
- TEM! Rosa de Sharon!
- Meu filho, isso é banda ou musica? 
- É uma banda. faz muito sucesso. tem uma musica deles que todo mundo conhece (menos eu) vou te mostrar (o youtube me paga!).
- ô filho sabia que eu colocava musica...
- ja sei, mãe. a senhora me deixava escutando musicas classicas pra ir tomar banho.
então vem o golpe de clemência: 
- po mãe, não queria que eu escutasse esse lixo musical de hoje em dia né? (eu era aquele meme chorando) - ARMARIA ALEXANDRE! EU GOSTO DESSAS MUSICAS DE POBRE! 
  Passaram 5 minutos num silencio absoluto. ele dá um grito! 
- UHU!! ATÉ QUE ENFIM! TOMARA QUE CHEGUE LOGO EM RECIFE! 
- oxi menino! que houve? 
- MÃE PROIBIRAM FUNK EM SÃO PAULO!! ISSO É A MELHOR NOTICIA DO ANO! 
- nãm... acredito nisso não. 
- APOIS, VENHA CÁ LER NO ESTADÃO. PRA SENHORA VER QUE NÃO TO MENTINDO (parecia D.Zefinha e Junin do bode gaiato)  
- putz. mas eu nao gosto desses funks baixaria! 
- não? porque a senhora ouve: "vodca ou agua de coco..." e " ela nao anda, ela desfila"?
ele ganhou a discussão, mas eu mato a Fabi, a Ane e Palloma (tenho certeza que isso tem a ver com voce Palloma. me obrigava a ficar ouvindo isso Raul e Beatles depois do colégio)!!!

e em homenagem, deixo EU NAO TOCO RAUL banda Pedra Leticia:

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Você sabe fazer feijão?

Sabem, eu acho bem legal aquelas histórias de pessoas que vieram do nada e hoje estão no topo. tem gente que passou fome, que vendeu galinha, que mal tinha onde morar, que batalharam muito e chegaram onde estão: para nos dar o exemplo.
Tem aqueles que enfrentaram as palavras: impossivel, nunca, quando... tem aquelas que superaram tragédias. enfim: tem todo tipo de gente pra esfregar jogar na cara da sociedade que estão muito melhores do que quem um dia não acreditou neles.
eu acho o máximo. Acreditem, quem me conhece sabe que eu choro litros com essas histórias de vida. Afinal o ser-humano me fascina mesmo quando não são humanos.
Só que essas mentes brilhantes não sabem que sempre tem "um mas pra tirar a nossa paz". do tipo: te perguntei? legal mesmo é quando nós vamos a traz (ou atras?)  lemos por interesse e não recebemos o mesmo estimulo quando ele é uma palestra lição de moral. fidi me responda: que moral voce tem para cobrar que outros sigam seu exemplo de dignidade da pessoa humana? tá, porque eu detesto quem fala algo quando eu não perguntei ou demonstrei interesse. só se eu queria aprender algo que não sabia ou poderia estar errada (com meu entendimento sobre o assunto).
Há um ano eu escutava: e ai? como voce esta? precisa de algo que eu possa ajudar? ta dando pra segurar a barra? ta cuidando da saude? ta tomando agua e dando descarga quando faz xixi? não esquece de lavar a mão porque voce pode ficar doente!
Como eu não vim nesta vida apenas para repartir meu sorriso com os outros, este ano (e na mesma época) uma onda me deu um "caldo" e quase me afoguei DI NOVO! só que a pergunta mudou. e tambem é unica, tá? uma só pergunta e todos para faze-la: O QUE VOCE VAI FAZER? quase sempre eu tenho que ter uma boa resposta na ponta da lingua ou a continuação da mesma pergunta é idem: começa com a palavra "filho" e termina com "sozinha". se um animal capaz de falar ou escrever soubesse o machucado que esta pergunta faz... mesmo assim continuaria perguntando porque todo castigo pra corna é pouco!
e outra: tambem to cansada com frases clichês para postar como indireta. sempre fiz o estilo: não pedi sua opinião e foda-se (se quiser eu reforço o foda-se).
Voce vai fazer o que? ... primeiro mentalmente desejar não falar contigo por um bom tempo. Desde que eu ganhei o grupo no face, costumo desabafar lá (é a enésima vez que eu escrevo isso). dessa vez a porra é tão séria que eu não falei nadinha pra eles. o Cafofo nem imagina o que aconteceu. mas quem sabe, não satisfeito com a pergunta do cão ainda complementam com: esta colhendo o que voce plantou! armária! que porra de colheita é essa que só sai sofrimento. eu num plantei choro nao! mas sei que reguei com ele.
em suma: todas as atitudes que voce pensar tenha certeza: eu cogitei!
eu ia falar da parte do esporro: voce é tão inteligente bla bla bla mimimi! mas eu devolvo na lata: tu sabe fazer feijão? se tu sabe então nao diga que eu sei mais do que voce, porque eu nao sei fazer feijão! e se voce não sabe: quando aprender me ensina!
vejam se me entendem: diga ai todas as doenças que vieram a sua cabeça! tirando aids, sifilis, e bulimia, tenho todas! eu nem penso mais em suicidio porque eu to piorando tao rapido que ja to achando demorado!
mai o sorriso continua né? porque posso nao ter vindo com essa missão, mas tambem não vim pra dividir minhas dores. (e mesmo se tentasse as pessoas só fariam que ela aumentasse) #prontofalei
e não esqueçam de curtir e assinar meus dois canais do youtube (tem surpresa vindo do brancadeneve.diva) e continuem no velho e pagador de gorilas: Fefeia! um xero e NESTE MOMENTO VOU FAZER PIZZA! 

terça-feira, 23 de abril de 2013


vó, um ano ou um mês são indiferentes. a dor da saudade tambem. eu não posso esquecer que fui a ultima imagem dos seus olhos azuis, mas prefiro lembrar quando ele brilhava toda vez que voce cantava: ô coisinha tão bonitinha da vó... mesmo quando eu ja tinha 30 anos. o amor não se mensura. o tempo sim.

quinta-feira, 14 de março de 2013

Ser ou não ser? FODA-SE


hoje vamos refletir sobre "ser ou não ser". bom, alem de respirar a sociedade exige alguns padrões para ser uma pessoa perfeita que se encaixe dentro do que acham ser certo, errado ou louco! Alem da hipocrisia sociedade tambem temos os "rebeldes" (pelo amor de Shiva, nao me refiro ao ridiculo grupo. falaram pra eles que podiam ser famosos, e eles acreditaram). Durkheim os chamava de anomia. pois vivem fora da coesão social, ou mais conhecido como "fato social". gostaria muito de explanar sobre este "pai da sociologia  e "motivo" para a criação da psicologia.
ok, volta que o assunto parou em ANOMIA. entao há a sociedade e a anomia. dentro da anomia estão os rebeldes, militantes, anarquistas, revoltados, em suma o famoso "do contra". coloque ai dentro todo tipo de antissocial (detalhe na ortografia). porem, na minha humilde percepção há um terceiro grupo dentro (ou fora?) do "sistema". são as pessoas que vivem no "limbo". hum, vou tentar outra metafora: são pessoas que tem noção (e defendem) absolutamente todo direito ao que se refira a si mesmo e que sabe que (seu direito) termina quando começa o do próximo. -MAS ENTÃO SÃO OS (putaquepariu esqueci a palavra) AQUELES QUE SÃO "ISTA" OU REBELDES! nanananan! esses são os "opostos" que fazem valer seu direito, principalmente se for pra exigir o bendito direito que chama a atenção. os ridiculos anormais sabem que alem do "seu direito" está "o respeito" principalmente do próximo. e isso é o que nos diferenciam.
socialmente correto: é o que cumpre e é inflexivel às normas da sociedade
anomia: emos, errantes, divagantes, hippes, revoltados,minorias, a galera do:"vamoquebraroparadigma"
anormais: tipo eu. pessoas que não faz nada fora do seu direito e terminam onde começa o seu respeito. entenderam? anomia são os filhodaputa que querem direitos iguais. os imorais, ilegais e polemicos. não interessa o motivo, os fins justificam os erros meios. posso,quero e faço. (imponho as vezes).
nós anormais somos aqueles que a sociedade condena sem dó, nem piedade. são os que chamamos de: "não pedi sua opinião". não to nem ai pra seu senso de justiça moral! não te devo nada. não estou fazendo nada errado. errado é o seu ponto de vista! os incomodados que me ignorem. meu ato é fato que não pode! - MAS NAO PODE POR QUE? porque o cidadão ou as pessoas condenam pois fere a moral e os bons costumes. só que essa moral é o que acham. só acha mesm; porque não é errado, não transgride seu "direito", e em nenhum momento foi direcionado ao respeito de outrem. sabe os socialmente corretos? pois é, entao eles julgam e constroem através dos costumes o que é certo ou errado. anomias são os que querem exercer o que não é errado e que se lasquem porque eu tenho direito. (não confunda com respeito). anormais não tão nem ai para alguem que julga. ele que ta julgando é pior, porque esta faltando respeito para comigo (e esse respeito é o mesmo que temos por ele) porque eu não faço a minima questão que seja publico e notório o que penso, falo e sinto. eu só falo palavrao pra caralho na minha humilde residencia (é só minha. se tiver outros, restrinjo ao meu quarto). mas quando eu for na sua casa, eu sou um exemplo de finesa e educação. detesto gato. se eu quiser fazer uma piada com a porra do gato, eu falo com a parede, escrevo no meu espaço ou conto pra alguem que tambem não goste, cassete! devemos amar e respeitar os animais (socialmente correto). amo gatos e só falo de gatos e das maldades que fazem com os gatos OU faço questao que todo mundo saiba que tenho profundo odio pelos gatos, esses são anomias. eu? olha eu acho gato um bicho falso. mas ninguem me perguntou. e se voce que ama ou odeia gatos me chamar pra tomar uma vodka ou agua de coco pra mim tanto faz na sua casa, é claro que se voce é um amigo eu vou fidi (amigo). nós anormais somos assim. outro exemplo classico da minha anormalidade: (1)voce tem que sair de casa! (2)voce tem realmente que sair um pouco de casa pra respirar, porque o sol esta lindo, porque voce nao pode viver trancada em casa! FICAR EM CASA OU SAIR SEMPRE COM AZAMIGAS :
a) é um dever. ou seja eu tenho a essa obrigaçao
b) não é normal. todo mundo precisa. ninguem pode ficar em casa tanto tempo
c) minha decisão é um direito meu ou estou faltando respeito com voce?
gabarito: 1-a, 2-b, eu (e anormais) - c
ok, mais uma que é muito usada tanto pelos primeiros como segundos supracitados:
voce nao pode beber todo dia. isso é coisa de alcoolotra (acho que a grafia ta errada)! voce não deve beber em casa. isso é coisa de alcoolatra. se eu não importunar alguem, não ficar bebada ou não beber até cair TODO DIA, não pedir seu dinheiro pra isso e alias nao gasto TODO MEU dinheiro, porque tu ta falando se eu não perguntei?
seus videos são ridiculos. seus videos queimam seu filme com os outros. TO OBRIGANDO ALGUEM A VER? AO MENOS EU PEDI POR FAVOR PARA VOCE VER?
tudo isso pra dizer que eu to indignada com todo mundo. voce ta muito magra. voce tem que comer. voce tem que puxar ferro (e tomar suplemento). voce era gostosona! (e quem disse que eu nao sou? tipo, voce ta falando que eu sou não sou gostosa entao voce me comeu.) NÃO, SÉRIO TO FALANDO FRANCAMENTE, depois que eu emagreci: voce me comeu de novo? anh.... olha, quem o fez fala de boca cheia: QUE CORPO LINDO VOCE TEM! fala isso durante o produto e no teste de satisfação. ainda diz: voce NAO PRECISA por silicone. voce NAO TEM QUE ENGORDAR E IR MALHAR porque assim não rola...
se voce malhar de segunda a sexta eu pago sua academia! se voce for só minha -não importa minha vida, mas a sua eu quero só pra mim- te dou o silicone (homem comprometido, casado, seu amigo que voce nunca imaginaria) putz, quantas vezes escutei isso.
pagar um ingles pra mim, no way? me mandar pra europa para ser fluente em frances ou italiano, ou mesmo ali do lado para aperfeiçoar mi spanol! nadie!
só vejo mulher querendo emagrecer e eu calada. e falando que eu preciso comer e eu calada. dai a desgrama ve uma foto minha de biquine e faz igual Katy Parry: AH, AH, AH!!! quer humilhar? nem vou entrar no merito dos comentários masculinos porque daqui a pouco táo me querendo mais do que o ultimo energetico do combo de vodka!
ó: eu sou sexy. eu sou sedutora. e eu uso minha humilde inteligencia ao mesmo tempo; ou seja: 60 ou 50 quilos pra mim tanto faz, os homens tao me querendo cada dia e cada vez mais!me querem até demaaaais! auto-estima, auto-estima, sou diva,sou diva,diva! então fica combinado:
NINGUEM ME CONTOU QUE EU SOU PERFEITA, MAS TAMBEM NÃO QUERO SER!